|FESTIVAL LGBT FOI CANCELADO ?|

A primeira edição do LGBT+ Music Festival, cujo lema é “A música é o meu lugar seguro”, previsto para os dias 1 a 3 de julho, na Alfândega do Porto, onde se esperam receber aproximadamente entre 20 e 25 mil pessoas por dia, tem o risco de ser cancelado. A comunicação foi feita através de um post no instagram.

Estão confirmados artistas internacionais tais como: Ludmila, Todrick Hall, Blaya, Iggy Azalea, entre outros e o preço dos bilhetes varia entre 60€ a 135€, pois continuam à venda no site entradas.com (link).

Muitos internautas têm manifestado o seu desagrado nas redes sociais, equiparando este ao festival ” Fyre Festival” que nunca chegou acontecer.

Pessoas que aderiram ao evento têm insinuado que o diretor do evento Marco Azevedo utilizou o festival em prol de liquidar as suas dívidas.

O diretor foi declarado como insolvente à 2 anos pelo tribunal de Aveiro e mesmo assim conseguiu organizar o festival.

Até que ponto pode ser verdade ?

Maís posts
DEZENAS DE CÃES E GATOS CARBONIZADOS NUM INCÊNDIO