RIVERA RV – JARDINS PROIBIDOS

Fala-nos de ti.

Chamo-me Edivaldo Vieira, conhecido no Mundo da Música por Rivera RV e nasci na década de 90 em S.Domingos de Rana Cascais, vivi maior parte da minha infância entre Odivelas e a Linha de Sintra e estou a residir no Reino Unido des de 2010.

Como se deu a tua introdução ao mundo da música?

A minha relação com a música começa muito cedo, desde muito novo sempre tive membros mais velhos da família que me facultavam CDs de múltiplos géneros musicais. Ficava horas a ouvir em Loop o “Born to do it” do Craig David que foi álbum que despertou a minha curiosidade. Em 2008 começei a escrever as minhas primeiras letras em tom de brincadeira e fazia freestyles com o meu grupo de amigos. Entre 2013-2019 tive uma carreia de DJ onde tive a oportunidade de tocar em diversas discotecas palops pelo país fora mas a paixão pelas rimas e melodias falou mais alto. Tenho como maiores influências, Boss AC, Kanye West, Jamiroquai, Pharrell, Kendrick Lamar, Wiz Kid entre outros. Sou super apaixonado por ritmo e sonoridades alternatives que me permitam levitar durante o processo criativo.

O que achas da música em Portugal?

Felizmente, a música em Portugal deu um salto qualitativo enorme, a música urbana já não é vista como um fenómeno “estranho”. Acredito que possa acrescentar um swing um tipo destinto de sonoridade, letras concisas e com uma mensagem de liberdade e positividade.

Qual é o significado  desta faixa?

A música “Jardins Proibidos” é o reflexo de um estado de espírito positivo de um jovem que é feliz, é também uma procura pela tal “sonoridade alternativa” uma mistura de funk do Brasil com trap.

Tens algum público alvo em particular?

Em relação a público alvo, tento fazer música que transmita alegria e vivacidade independentemente do background do ouvinte.
Faço música e música é para todos.

Há alguma mensagem específica que queres passar?

A mensagem que tenciono passar é de uma vibe totalmente positiva, onde todos possam vibrar e aproveitar a vida. Esse é o verdadeiro objetivo.

 

Maís posts
KAYA – EMOTIONS