A Cultura do Cancelamento

Este movimento, que ficou conhecido como a cultura do cancelamento já existe há alguns anos, é uma maneira que a classe artística encontrou para chamar a atenção para causas sociais e ambientais. É uma forma de atrair a atenção de grupos oprimidos, e incentivar a criar políticas públicas. 

As redes sociais atualmente 

Somente as redes sociais representam cerca de 62% de todo o tráfego da internet, em todo o mundo 4 bilhões de pessoas possuem acesso à internet. Apenas na Europa, há um total de 476 milhões de internautas, e na América Latina, a internet já alcança 215 milhões de pessoas. 

Veja abaixo, o total de usuários ativos por redes sociais, segundo o relatório de Conferência das Nações Unidas:

  • Facebook: 2,2 bilhões de utilizadores;
  • YouTube: 1,5 bilhões;
  • Whatsapp: 1,3 bilhões;
  • Instagram: 1 bilhão de utilizadores ativos. 

O Instagram é a rede social que consegue atender a diversos tipos de perfis de utilizadores, e poderá ser utilizada para divulgação de produtos e serviços. 

Como se formam as opiniões nas redes sociais?

O marketing digital está diretamente relacionado às opiniões do público, afinal, é um processo natural incentivar as pessoas a reagirem a um serviço ou produto. A internet permitiu uma maior aproximação entre público e empresa, dessa forma é possível detectar os pontos positivos e negativos que uma determinada empresa ou marca possuem. 

Fazer uma boa gestão em marketing, é a melhor maneira de evitar problemas com a sua marca nas redes sociais, até porque grandes marcas também já apresentaram problemas com suas campanhas.

 

Como as pessoas são canceladas?

As pessoas são “canceladas” na internet, quando elas fazem algo que não agrada a uma boa parcela dos seus seguidores. Os motivos mais importantes que levam a esta cultura do cancelamento são: Bullying online, racismo, xenofobia, homofobia e machismo. 

O cancelamento possui um lado mau, pois muitos internautas acabam cometendo exageros, o que provoca insultos, comentários maldosos, e ameaças. Este procedimento começou em 2017, através da denúncia de assédio sexual em Hollywood. 

Os falsos moralismos 

O falso moralismo tornou-se um procedimento comum em Portugal, é possível encontrar pessoas com este comportamento em quase todos os lugares. Há uma certa imposição de opiniões, que não está agradando a uma parcela expressiva da população. 

Este procedimento poderá ser perigoso, pois o falso moralista julga imoralidades de outra pessoa, sem respeitar sua opinião ou seu direito de defesa. O falso moralismo religioso é um dos mais perigosos, e está presente em todas as religiões. 

Portanto…

Para saber mais sobre cultura do cancelamento e outros temas que estão relacionados ao entretenimento e mundo da música, confira as novidades do nosso site e divirta-se com nossos conteúdos.

Maís posts
KL – NAO ESTOU BEM ASSIM