Imagem meramente ilustrativa, direitos reservados ao autor.

PJ da Guiné-Bissau DETEM rede de falsificadores de certificados de habilitações

O diretor nacional adjunto da Polícia Judiciária (PJ) da Guiné-Bissau, Domingos Correia, revelou que a corporação desmantelou uma rede de falsificadores de certificados de habilitações literárias que atuava em Bissau.

Domingos Correia afirmou que se tratava de uma rede, composta por três pessoas, que operava num bairro de Bissau e que na noite de terça-feira duas pessoas foram detidas pela PJ.

Quanto ao terceiro membro do grupo, que seria o potencial líder, morreu.

“É uma rede em atividade há muitos anos”, observou o

responsável.

O grupo, que contava com um angariador de interessados e um técnico de falsificação, fornecia certificados de habilitações literárias de todos os níveis das escolas públicas da Guiné-Bissau, notou o diretor nacional adjunto da PJ.

“Estamos na presença de uma prática que coloca em causa os documentos da Guiné-Bissau, mas também a própria segurança das pessoas”,

Domingos Correia.

A rede poderá contar com mais membros e por esse motivo PJ guineense continua a investigar por acreditar que a rede poderá contar com outras pessoas que trabalham na autenticação e reconhecimento de assinaturas.

A capacidade de falsificar os certificados de habilitações das escolas na Guiné-Bissau é algo que preocupa as autoridades locais.

Maís posts
RIVERA RV – JARDINS PROIBIDOS